Campanha do Dia dos Namorados: uma oportunidade para explorar a criatividade

Campanha do Dia dos Namorados: uma oportunidade para explorar a criatividade

A criatividade sempre foi uma das principais armas das empresas de publicidade e dos empresários na hora de chamar a atenção do público para produtos e serviços, principalmente em campanhas de vendas em datas sazonais. O que ninguém discute é que, neste momento, não há mais fórmulas e padrões para o sucesso das ações. Prova disso é como as marcas trabalharam o Dia dos Namorados.

De acordo com Gustavo Almeida, coordenador de redação da Suave, não há mais zona de conforto.

“O que sempre fez a diferença na propaganda e para a construção de marcas é a criatividade, a boa ideia. Agora, neste novo mundo, ser criativo é essencial. E ser criativo é ser digital, ser estratégico, ser focado no consumidor“, explica.

Sem restaurantes, bares, cinemas e hotéis funcionando, impossibilitados inclusive de viajar para destinos românticos, muitos casais estão impedidos até mesmo se encontrarem presencialmente, seja pela distância física, ou pela necessidade do isolamento social. Com esse cenário, houve uma grande mudança de comportamento, que precisou ser entendida e considerada nas estratégias e nas ações de marketing.

Segundo o Google Brasil, 35% dos consumidores pretendiam fazer algo junto, mas em casa, e 20% iriam preparar um jantar. Oportunidade perfeita para marcas de comidas e bebidas explorarem essa nova configuração, além de empresas que oferecem serviços relacionados à venda de alimentos como supermercados e restaurante delivery. Os presentes tiveram leve crescimento na intenção, a grande diferença foi sobre a forma da compra, que em grande maioria aconteceu online.

 “As marcas entenderam que mais que vender, o momento é de confortar e apoiar as pessoas, e oferecer alternativas para que o momento seja superado de forma positiva. Essas serão as marcas mais lembradas no pós-pandemia”, acrescenta Almeida.

Muito mais romance

Grande aposta do ano foi a criação de experiências para os casais, sejam elas juntas ou separadas. A grande mensagem foi a conexão, através de ações simples e, principalmente, pelos dispositivos de mensagens remotas e redes sociais. Fez parte da estratégia de várias marcas a inclusão do Spotify como uma maneira de aproximação entre os casais. A marca Ricardo Almeida é um desses exemplos. Junto com seu presente, o cliente pode enviar uma música escolhida especialmente pelo comprador para a ocasião. A canção integra uma playlist da marca no canal de streaming, que é compartilhada por outros usuários e construída colaborativamente por muitas histórias de amor. 

“Para os clientes Suave, pensamos em soluções que pudessem tornar este cenário mais leve e que permitissem aos namorados celebrar, respeitando as medidas de saúde, claro. Um bom exemplo foram as ações criadas para a Rede Tonin Superatacado, com uma playlist especial no Spotify e um filtro personalizado no Instagram. O momento pede delicadeza e empatia, e isso tudo também é amor”, finaliza o criativo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *