Suave Comunicação e Marketing
Suave Comunicação e Marketing
Estratégia

Dia do Consumidor 2021: uma oportunidade para o seu negócio

Comemorado no dia 15 de março, o Dia do Consumidor se tornou uma grande data para o varejo físico e eletrônico no Brasil. Nos Estados Unidos ele existe desde 1962, mas em terras tupiniquins, só ganhou relevância no ano de 2014 e, desde então, cresce a cada ano, podendo ser comparado à Black Friday em […]

  •  Agência Suave  |  
  •  4 de março de 2021

Comemorado no dia 15 de março, o Dia do Consumidor se tornou uma grande data para o varejo físico e eletrônico no Brasil. Nos Estados Unidos ele existe desde 1962, mas em terras tupiniquins, só ganhou relevância no ano de 2014 e, desde então, cresce a cada ano, podendo ser comparado à Black Friday em porcentagem de awareness, segundo a pesquisa Hello Research e Google Consumer Survey, que aponta que em 2014, apenas 27% dos brasileiros conheciam a Black Friday, mas com o investimento do varejo na data, em 2015 o número de brasileiros que a conheciam mais do que dobrou.


Ainda de acordo com a mesma pesquisa, o cenário do Dia do Consumidor não é muito diferente, o conhecimento da data cresceu de forma bem semelhante, como é possível analisar no gráfico a seguir.

Para este ano, os números prometem. Segundo o levantamento da Alli N & Social Miner em parceria com a Opinion Box, que ouviu 1.050 brasileiros, em 2021 32% pretendem aproveitar as ofertas do dia do consumidor; 44% ainda estão indecisos e 24% não devem engajar com o evento.

Então, o que você está esperando para dar o seu melhor no que estão considerando a primeira Black Friday do ano? A seguir você irá conferir dicas de como preparar o seu negócio para essa grande data do varejo. É importante saber que esse cuidado começa muito antes, na sua própria estrutura e atendimento, antes de começar a anunciar. Então vamos lá: o que você precisa saber para fazer dessa data um sucesso no seu negócio!

Pense na experiência do consumidor

Você já parou para pensar que muitas vezes o consumidor não compra de você e isso nada tem a ver com o produto ou o preço, e sim o atendimento na loja? Isso é a primeira coisa a se pensar. Em uma loja física isso depende do vendedor e suas qualidades de persuasão/vendas, em um e-commerce podemos falar em chats com vendedores de prontidão a atender o consumidor virtualmente. É importante para ambos oferecerem diversos canais para que esse atendimento seja feito, como chat, e-mail, WhatsApp, chatbot e SMS. É preciso estar em múltiplos canais, ou seja, ser omnichannel.

O consumidor está cada vez mais exigente, afinal ele pode comprar o que precisa pela internet, ou no mínimo pesquisar online antes de realizar a compra presencialmente. Portanto, a venda deve ter o valor agregado, que é aquele que se concentra na razão, o porquê do seu produto ser funcional para a pessoa, porém, deve também ter o valor percebido, que é mais emocional, o “diferenciado” e não apenas o “diferente”, algo que possui não só benefícios, mas também conceito, design, ideia. Isso abrange desde a concepção de produtos até o layout de sua loja, seja ela física ou virtual. É importante ter um branding forte.

Confira a sua estrutura

Tanto uma loja física quanto virtual depende do estoque, que é de fato uma das partes mais importantes e que deve ser muito bem pensada, inclusive na escolha de quais produtos irão para a promoção. É possível que você queira optar pelos produtos de maior giro para ficarem em destaque com os maiores descontos. Além disso, ter o estoque bem organizado é essencial para não perder nenhuma venda.

Caso você seja uma loja física, mas que de alguma maneira realize vendas online, ou claro, se você tem e-commerce, a infraestrutura de tecnologia deve estar preparada para que não haja instabilidade nos picos de acesso ao seu site. É preciso que tudo funcione perfeitamente até o pagamento para que o consumidor não desista da compra.

Certifique-se da sua logística

Você é capaz de entregar tudo o que vende? Tanto lojas físicas quanto virtuais oferecem serviços de entrega, para o e-commerce isso é uma regra e para as lojas físicas um diferencial, principalmente em tempos de pandemia onde as pessoas consomem sem sair de suas casas. Abra um canal de vendas por telefone ou online, mas antes tenha certeza de fechar uma operação com uma boa empresa de logística ou frota própria para realizar as entregas.

Anuncie de forma estratégica

Antes da data, os consumidores já estarão pesquisando na internet aquilo que irão comprar, tanto em lojas físicas quanto virtuais. É essencial que você já esteja impactando as pessoas antes da compra, para isso planeje um calendário de divulgação e conquiste possíveis clientes para o seu negócio.

Vale a pena investir em campanhas digitais no Google, comprar palavras-chave com o AdWords, fazer mídia paga no Facebook e Instagram, utilizar estratégias de remarketing ou realizar ações de engajamento divulgando ofertas e/ou cupons de descontos nas redes sociais.

Com tudo isso em mente, certamente você poderá planejar melhor as suas ofertas para o Dia do Consumidor, criando algo vantajoso para o seu negócio e para quem compra de você. Para isso, ou em qualquer outro momento do seu negócio, conte com a gente para auxiliá-lo nessa jornada, somos uma agência parceira do seu negócio e podemos ajudá-lo a crescer e satisfazer ainda mais as necessidades e desejos dos seus clientes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.